Algumas dicas antes de abrir uma empresa de hospedagem

Quem quer abrir uma empresa de hospedagem, tem que já ter uma bagagem, tem que saber o que está fazendo, pois em caso de o seu servidor sair do ar, com clientes nele, o que você vai fazer? Se por acaso alguém invadir seu servidor com clientes nele, e deletar todos os dados, e você nem fez backup, como fica seus clientes? Bom a resposta é: (Se sair do ar, você tem que correr para consertar em 1 hora – depois que o uptimerobot.com te avisou que saiu do ar por e-mail ou SMS – se não conseguir, instalar outro servidor, pega o backup, coloca nesse novo, e apaga o antigo). É interessante, quando a pessoa começar, contratar uma revenda de hospedagem primeiro (veja aqui revenda na Hostgatorveja aqui o que é uma revenda de hospedagem) pois o servidor vai se manter sempre no ar, pois é gerenciado pela própria empresa, você só tem um espaço para colocar seus sites e o de clientes lá. Assim fica livre de quedas, etc.

Depois que você pegar a prática, pode criar seu próprio servidor VPS ou dedicado com WHM (é a mesma coisa, sendo que VPS é virtual e mais barato e DEDICADO não, mas funciona do mesmo jeito) e colocar seus próprios sites ou de sua família (pois se o servidor fica fora do ar, você é perdoado por eles), fazer backup, aprender como funciona, instalar o Varnish, etc. Deixar ele funcionando bem, para só depois instalar o WHMCS (programa que automatiza o site colocando área de membros para os clientes se cadastrarem e automatizar pagamento), instalar o WordPress no site da sua hospedagem, instalar um tema bom de host para começar a vender hospedagens.

É melhor contratar a revenda primeiro para aprender, depois o VPS para aprender também a colocar o servidor para funcionar, para só depois quando tiver craque começar a vender, pois se você for começar a vender sem saber, se o site ficar fora do ar ou você perder dados dos clientes, pode até sofrer processo, ou eles vão direto no Reclame Aqui reclamar da sua empresa. Tem que fazer tudo certo.

Depois de saber tudo, é hora de planejar. Você deve ter dois servidores, um para as contas pequenas, e outro para as contas grandes. Um VPS ou dedicado fraquinho para os clientes com sites institucionais, empresariais que não tem nem 20 visitas por dia cada, e outro para colocar as lojas virtuais, planos de streaming (se tiver), sites grandes com mais de 1000 diárias. Porémé indicado você começar de baixo, a hospedar só pequenos clientes.

Na hora de criar as contas no WHM, os pacotes, o pessoal cria três hierarquias:

  • Uma é a P (sites pequenos, de um domínio só, podendo variar de R$ 9,90 por mês até R$ 15,90 por mês. Veja que essas pessoas que procuram hosts baratos são mais propensas a pedir ajuda no suporte.
  • A conta M é a que varia de R$ 19,90 até R$ 25,90 e a pessoa configura para cada conta cadastrada nesse pacote aguentar até 5 domínios suplementares, um espaço em disco maior. Essas pessoas costumam a não pedir muita ajuda pois tem vários sites e sabe configurar tudo direito.
  • E a G para sites grandes, com tudo ilimitado, por exemplo. Na hora de cadastrar os pacotes no WHM você faz o plano direitinho de como quer que isso funcione, mas é essa a lógica.

No começo é melhor você focar no P e M, porque eles precisam de pouca infraestrutura e você vai começar a resolver os problemas (Ex.: se um cliente contratou uma hospedagem com você M, foi lá e criou, recebeu os dados, entrou e colocou os dados do banco de dados lá, colocou os dados do site dele lá, ligou o BD ao site e apareceu um erro de php e site sem funcionar, por exemplo, ele vai te pedir ajuda e você vai ter que consertar esse erro via SSH ou buscando na internet sobre isso). Assim o host cada vez mais vai aperfeiçoando e você aprendendo cada vez mais, até você estar apto para oferecer mais serviços e crescer sua empresa.

Siga-me no Facebook

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *